Home / Política & Políticos / PSD não descarta vaga de vice em majoritária; Antônio Brito surge como opção

PSD não descarta vaga de vice em majoritária; Antônio Brito surge como opção

Tendo o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel, como postulante a uma vaga para o Senado na chapa majoritária da candidatura à reeleição do governador Rui Costa (PT), o PSD não descarta ficar com a vice. Este cenário pode ocorrer caso o vice-governador João Leão (PP) decida sair como candidato a senador.

De acordo com o presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, o partido só vai definir a qual cargo concorrerá na majoritária quando Leão bater o martelo sobre seu futuro político. “Ele [Leão] tem direito de escolha e vai escolher na hora certa, não vamos impor se hoje ou depois”, explicou, em entrevista ao Bahia Notícias. E, nesta indefinição, entra o nome do deputado federal Antônio Brito (PSD). De acordo com o apurado pela reportagem, ao citar o parlamentar como outra figura apta a ocupar um cargo na majoritária, Otto criou uma nova opção dentro do partido. Como Coronel tem interesse, pelo menos inicialmente, apenas no Senado, caso Leão resolve sair como senador, deixando a vice para o PSD, ele pode declinar desta opção. Se o presidente da AL-BA não aceitar ser o vice-governador na chapa de Rui Costa, Brito poderia ser o indicado dos sociais-democratas. Ao BN, o presidente da Casa negou haver disputa interna com Brito e também disse que só será candidato ao Senado caso haja “100% de adesão” do partido. “Se eu tiver direito de escolha, vou escolher Senado. Mas não serei candidato se tiver divergência. Meu nome está à disposição se for consenso. Não sou apaixonado por cargo nenhum”, afirmou, como faz frequentemente ao ser questionado sobre o assunto. No entanto, reafirmou que permanece pré-candidato ao Senado. “Vou continuar fazendo meu trabalho para me tornar uma pessoa apta”, declarou. Por outro lado, Otto rechaçou uma publicação da coluna Satélite, do jornal Correio, que trouxe seu filho, Otto Filho, como possível candidato do PSD a vice. A possibilidade chegou a ser ventilada em momentos anteriores. “Posso lhe garantir que não tem a menor chance. É uma posição irreversível. Essas coisas são para causar cizânia no nosso grupo”, assegurou. Apesar de colocar Brito como uma possível indicação do partido para a majoritária, o senador reconheceu que Coronel está mais à frente na consolidação de seu nome.  “Coronel está mais adiantado nesse processo, trabalha há mais tempo, tem se movimentado mais, viajado mais, se colocado”, avaliou. BN

Check Also

Santo Forte realiza festa comemorativa ao Rally dos Mares

Nesta sexta-feira, 23,  Barra Grande, na Península de Maraú, no Sul da Bahia foi tomado …

Comentários pelo Face:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: