Home / HISTÓRIA / Faisqueira

Faisqueira

 Embora já se explorasse nossa região de uma maneira bastante tímida a procura de ouro, somente com a criação das primeiras estradas é que começou o aparecimento dos primeiros arraiais em nosso município. Em 1783 já se registrava as primeiras casas que mais tarde formaram o arraial de Faisqueira, servindo como ponto de parada para as tropa provenientes de Barra do Rio de Contas, Camamú e outras localidades.

O distrito de Faisqueira está localizado às margens do Rio de Contas, distante 2 quilômetros da sede do município, sendo seu acesso através da rodovia com pavimentação asfáltica, a BR 030.

A principal atividade econômica é a pesca e o cultivo do cacau. Funcionando um icipente comércio.

No setor educacional, possui 5 escolas, com 4 salas de aula, onde estão matriculados, mais de 1.500 alunos, e um Posto de Saúde.

Faisqueira é considerada a mãe de Ubaitaba, pois foi ali que se instalaram os primeiros hatitantes que deram origem ao Arraial de Faisqueira, 1783. Somente alguns anos depois é que começa a desenvolver-se o Arraial das Tabocas. Até o início do século XX Faisqueira e Tabocas eram bastante desenvolvidas (relativamente), mas a partir desse período, Tabocas começa a se destacar e ter mais investimentos e Faisqueira vai ficando para trás.

Na atualidade o distrito de Faisqueira é o maior e mais desenvolvido do município de Ubaitaba, mas ainda está longe do desenvolvimento almejado pela sua população já que é também o povoado mais antigo de todos, por isso, acredita seus moradores estar muito mais estruturado.

Os serviços essenciais e básicos têm sido mantidos como saúde e educação, mas está aquém os serviços e obras fundamentais como calçamento, recuperação de casas, saneamento básico, segurança e tantos outros. Uma das ruas mais antigas de Faisqueira, a Rua da Brita, ficou conhecida como a “Rua das promessas” já que muitos políticos se elegem prometendo o seu calçamento que até hoje não foi feito.

Faisqueira destaca-se sobretudo pela tranquilidade de seus moradores e pela beleza do Rio das Contas.

Faisqueira primeiro povoado que surgiu em nosso município

Com o desenvolvimento de Faisqueira, a três quilômetros acima surge uma fazenda denominada “Tabocas”, nela criaram-se algumas vendinhas que começaram a servir como abastecimento para o arraial de Faisqueira e logo desenvolve-se um pequeno comércio que pouco tempo depois virou um arraial (atual cidade de Ubaitaba). E assim surgiu o arraial das Tabocas em função do comércio e do cacau (SANTOS, 1953). Função que é mantida até hoje em nossa cidade. Já o arraial de Faisqueira se dedicava principalmente a cultura de subsistência como a cana-de-açúcar e o cacau, ainda em fase de implantação.

A colonização foi se dando aos poucos, mas o povoamento daqui e de todo o Sul da Bahia foi efetivado com o desenvolvimento da cultura dose expandiu de 1850 para cá, quando houve a introdução de novos tipos de cacau, o Forasteiro e o Pará. Estes tipos, mais resistentes que o anterior, permitiram que o cacau deixasse de ser cultivado apenas no leito dos rios e regiões de aluviões para ser cultivado também no interior, nas matas. A partir dessa expansão grande quantidade de imigrantes veio para o nosso Arraial composta sobretudo de sertanejos e sergipanos que sonhavam com o enriquecimento rápido e ser proprietários de terras. Aqui seria o local ideal, pois muitas terras permaneciam ainda inexploradas economicamente, algumas habitada apenas por índios, mas os índios ninguém respeitava como proprietário de terras e essa prática era estendida para toda a região.

E assim começou o povoamento de Tabocas, Faisqueira e toda da região. O certo é que a colonização se deu somente com a chegada e estada de Fazendeiros de cacau, dentre eles, Alexandrino Villas Boas, José Antonio Fernandes, Noberto Gomes da Costa e Joaquim de Souza que se desenvolveram a tal ponto que logo se estabeleceu um distrito de paz chamado Tabocas. ( SANTOS, 1953 , p12)

Tabocas – Arraial de Faisqueira  (1953)

Tabocas, que na época estava localizada entre o aldeamento dos Funis, arraial de Faisqueira, Colônia Sinimbu7 localidade de São Miguel, próximo a estrada da Nação e do Rio das Contas começou a se aproveitar da excelente localização e passou a explorar a função comercial proveitosamente.

As primeiras casas e vendas, segundo um mapa elaborado pelo geógrafo Milton Santos (1953) estariam localizadas nas proximidades da Praça 27 de Julho e começo da Avenida Presidente Vargas. E assim, vivendo já do seu pequeno comércio, o arraial das Tabocas no começo do século passado, já disputava com Faisqueira o ‘status’ de povoado. (ANTONIO SANTOS,1958, p6)

Fonte: Aleilton Oliveira in Traços e Retratos da Nossa História, 2004/2010.

Comentários pelo Face:

  1. Me chamo Paula atualmente estou morei em Salvador vários anos onde tive meus três amados filhos(Ivine, Ivisson e Ísis) atualmente estou morando em São Paulo. Mas Ivisson e Ísis por enquanto estão aí na velha Faísca. Lembranças maravilhosas, infância realmente vivida neste pequeno lugar e tão grandioso em meu coração. Vou trazer meus filhos pra Samoa mas enquanto eles tiverem aí q aproveite cada momento com amor. Sem contar com meus outros amores q moram aí, pai, mãe, irmão, sobrinhos. Faisqueira sempre vive em mim. Me orgulho de ser baiana, me orgulho de ter nascido em FAISQUEIRA

  2. Coloquem mais fotos atualizadas.

  3. pq faisqueira não aparesse nas fotos de ubaitaba já que ela ea mãe de ubaitaba isso e uma falta de discriminação com a nossa faisqueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *