Home 10 UBAITABA 10 Comunicação

Comunicação

 O primeiro veículo de comunicação impressa que temos notícia é o Folha de Itapira dirigida por Moraes de Souza, circulou até março de 1920 quando aconteceu a invasão e o incêndio denomindado O fogo de 20 que destruiu todo o material do jornal, a partir daí a Folha de Itapira deixou de circular. Mas dessa época em diante surge a Voz de Itapira editado por Irênio Fernandes, este jornal circulou periodicamente até 1930. Em 1931, Antonio Pitágoras lança um novo periódico denominado O Itapira que circulou por 14 anos e foi um dos jornais que mais atuou no município, parou de ser publicado em 1945, esse jornal possuía uma visão extremamente partidária e ligada ao grupo político do dr. Juvenal França.

Em 1938, o prefeito Sabóia Ribeiro lançou o seu próprio jornal para fazer oposição ao Itapira que se recusou de publicar as denúncias feitas contra Juvenal França que governou até 1937. Com isso, em 1938 surge o Correio de Itapira editado semanalmente pelo jornalista Irênio Fernandes e patrocinado pelo então prefeito Sabóia Ribeiro que utilizava o jornal para divulgar os balancetes oficiais e fazer denúncias contra o prefeito anterior. Esse período foi o mais acirrado da imprensa ubaitabense, pois eram comuns divergências entre os jornais, principalmente por possuírem ideologias políticas opostas e por serem jornais bastante parciais e partidários.

O Correio de Itapira parou em 1940, logo após o Intendente Sabóia Ribeiro sair do cargo. Até a década de 50 o jornal de outra cidade que mais atuou em nosso município foi o Diário da Tarde de Ilhéus. A Folha de Ubaitaba surgiu nesse período, mas teve vida efêmera, depois dele, a cidade ficou sem jornais por muitos anos, até a década de 80. Tivemos apenas alguns jornais estudantis, como “O Jaca” de Aloísio Andrade, que foi publicado em meados da década de 70. Já no final dos anos 80 , dia 29 de janeiro de 1989, surge um novo jornal na cidade, o Tribuna da Regiao que destaca-se por ser o que mais tempo atuou (e ainda atua) em nosso município. Esse jornal foi fundado pelo então vendedor Humberto Hugo, que na época atuava no setor de metalúrgia que acreditou na viabilidade de um jornal na cidade. Na década de 90 foi fundado outro jornal, O Correio que durou alguns anos, mas sua linha claramente ligada a grupos políticos não permitiu que ele continuasse por muito tempo. O Correio era editado pelo locutor e apresentador Vandick Ferreira. No ano de 2003, surgiu mais um jornal no município, o Ubaitaba.com, criado a partir de um projeto do então estudante de Comunicação Social da Uesc Aleilton Oliveira, mas até o momento só foi editado em datas especiais e ainda não foi definida a sua linha editorial nem se sabe ao certo se continuará atuando no município. Contudo, esse jornal surpreendeu pela linguagem e design inovador demonstrando uma nova via de comunicação impressa no município.

Outros veículos de Comunicação não impressos que também participam da nossa história são os veículos sonoros. Na década de 60, surgiu em nossa cidade o serviço de alto falante que na época era denominado de Voz da Cidade, mas esse serviço durou poucos anos. Somente na década de 90 retorna, desta vez com a denominação de Voz Cultural, pertencente ao fotógrafo Zelito Ferreira. Apesar de diversas tentativas de FM (Frequency Modulation) somente em 2004 se conseguiu concessão para o funciona mento uma FM Comunitária que desde o mês de abril funciona no município, com o nome de Ubaitaba FM. Outro fato importante é que no final de 2001 o nosso município se integrou ao mundo digital através do projeto do comunicólogo Aleilton Oliveira (autor deste livro) que lançou o site ubaitabavirtual, que meses depois daria lugar ao portal Ubaitaba.com. Na atualidade este site funciona como ponto de ligação entre as pessoas da cidade e outras que já não moram mais no município. A mais inovadora proposta deste site é a veiculação de vídeos sobre a “cidade das canoas”. A internet na cidade foi expandida e fortalecida com a chegada da Ubainet, provedor local, no início de 2002. E contraditoriamente. Desde 2004 Ubaitaba já possui o serviço de Telefonia Celular.

MEIOS DE COMUNICAÇÃO
EMISSORAS DE RÁDIO
– Rádio FM 104 – Ubaitaba FM
– Voz Cultural de Ubaitaba

 

JORNAIS E REVISTA
Jornal Tribuna da Região – Jornal de Notícias Regional, edição mensal
Jornal Ubaitaba.com – Jornal Histórico e Cultural – Edição Só em datas comemorativas.
Revista Ubaitaba.com – Revista Histórico e Cultural – Edição Sanzonal Histórico e Cultural. Edição Sanzonal.

 

INTERNET
UBAITABA.COM – Portal de Internet sobre a cidade
UBAINET – Provedor de Internet
PROVEDOR SILVEIRA – Provedor de Internet
VELOX- Provedor de Internet
COMUNIKA- Empresa de Produção de Sites
UBAITABA URGENTE – Blog de Notícias
TRIBUNA DA REGIÃO – Jornal Online

 

CELULAR:
Em Ubaitaba operam a Claro, OI, Tim, Vivo

 

TV
Os canais abertos que pegam na cidade é Globo, SBT, Band, Record e TV Cultura.

 

Fonte: Aleilton Oliveira in Traços e Retratos da Nossa História, 2004/2010.

Comentários pelo Face:

  1. Franquia de casas de festas da Xuxa promoverá ciclo de palestras itinerantes

    De novembro de 2015 a janeiro de 2016, das 8h às 11h, a Casa X, rede de franquias de casas de festas da Xuxa em sociedade com a SMZTO, promoverá um ciclo itinerante de palestras sobre a gestão de casas de festas infantis, em diferentes cidades do Brasil.

    O evento ‘Bom dia Franquia’ faz um breve resumo sobre o franchising, explica todas as vantagens e benefícios que a marca oferece aos seus franqueados, seu plano de expansão regional e, ao final dos trabalhos, convida os participantes a um delicioso café da manhã. Uma iniciativa do grupo SMZTO, com 23 anos de experiência e mais de 1.500 histórias de franqueados de sucesso.

    As inscrições são gratuitas e feitas online. O evento é destinado a empreendedores em geral, além de proprietários de buffets independentes, que podem fazer a conversão para o sistema de franquias.

    Agenda de eventos:

    Novembro:

    14 – São José dos Campos/SP

  2. EU ADORO AS FESTAS JUNINAS DE UBAITABA.TIVE EM 2012 E FOI UMA MARAVILHA.FUI TODOS OS DIAS DE FESTA E MIN DIVERTIR MUITO E BREVE ESTAREI EM UBAITABA DE NOVO.MORO EM BARUERI/SP.MANDO UM ABRASO PARA MINHAS TIAS QUE MORAM NA RUA PRESIDENTE VARGAS LUCINHA E VERA QUE TRABALHA NO BRADESCO DE UBAITABA E A TODOS OS UBAITABENSE.

  3. Sr. Aleilton, continuo aguardando notícias da família de dona Iracema Vieira dos Santos, por favor, avise-me.
    Abraços. João Carlos

  4. Sr. Aleinto, morei em Piraúna, por algum tempo, depois morei e estudei em Ubaitaba, só para lembrar, eu sou da época do time do Pontal, que nasceu e desapareceu invicto, comentários à parte, gostaria de ter notícias da Professora Maria Lourita Correia de Oliveira. até 2001, que tive notícias, ela residia ainda em Piraúna, por favor, podes me ajudar?
    Ednaldo Alves Nunes,Atualmente, moro em Osasco

  5. João Carlos R. dos Santos

    Ao senhor
    Aleilton Oliveira.

    Senhor,

    Gostaria de saber notícias da família de dona Iracema Vieira dos Santos, habitava na Rua das Pedras nº5 nesta urbe.
    Morei nesta cidade em companhia dos meus tios, atualmente habito em São Paulo(Pindamonhangaba) Vale do Paraíba,fica proxima da cidade de Aparecida.A dona Iracema tinha um pequeno comercio, era esposa de João José das balsas,felecido na época. Os filhos: Maura Vieira, Maria Vieira, (hoje Maria Andrade), Marizete Vieira, Raimundo Vieira (Chiquito), e outros. Em caso de encontrar alguem da família, utilizem o meu endereço eletônico, o meu muito obrigado e muito sucesso,

    atenciosamente João Carlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *