Home 10 Tag Archives: rússia

Tag Archives: rússia

‘O Baleia Azul só aumenta o sofrimento’, diz sobrevivente salva pela mãe

Mariana (nome fictício), de 15 anos, sente o peito vazio. Não sabe explicar bem o que é. Só sofre. Desacreditou no amor da mãe, no contato com outros seres humanos e na fé evangélica da criação que recebeu na Zona Oeste do Rio. Entregou-se ao que agora viu ser uma falsa esperança: o Baleia Azul, uma série de 50 ordens que desconhecidos dão a adolescentes; a última, exige o suicídio do jovem. Mariana só está viva porque a mãe conseguiu impedir o fim trágico. “Quem tiver com vontade de entrar no Baleia Azul, não faça isso. Só vai te causar coisas ruins. Em vez de parar sua tristeza, só vai aumentar. E vai acumular, e vai acumular… E quando você vê, já vai estar vazio por dentro e por fora. Apostem numa coisa que você gosta. Talvez numa música de que você gosta. Talvez você se sinta melhor. Porque eu sei o quanto dói, mas não vai ser um jogo que vai te fazer parar de sentir dor. E nem a morte”, desabafa a menina. Mariana não está sozinha. Só no Brasil, há, pelo menos, dois casos de morte sob investigação policial, em Mato Grosso e na Paraíba. A delegada interina da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio, Fernanda Fernandes, organiza o rastreamento de redes sociais de pessoas que teriam envolvimento com o Baleia Azul. Já há, pelo menos, mais dois casos na cidade em investigação. Os responsáveis podem responder por associação criminosa, lesão corporal e tentativa de homicídio. Mariana foi internada após a mãe descobrir que ela estava participando do jogo, e já estava na 15ª ordem. A menina teve alta após dois dias e acabou tentando suicídio. A mãe, que abandonou o trabalho por preocupação, conseguiu impedir que o pior acontecesse. A dor da mãe a fez recuar. Vez por outra, Mariana diz que sente vontade de desistir, mas tenta mudar de pensamento. Está em tratamento, e sonha em ser fotógrafa. “Minha mãe me disse que fazia tudo para eu ficar viva. E eu entendi. Às vezes eu penso (na morte), mas aí eu penso no meu futuro”, conta a menina. Mensagens O jogo consiste em uma série de 50 desafios, que devem ser cumpridos diariamente e que chegam por meio de mensagens (WhatsApp, Facebook, SMS e outros aplicativos e redes sociais). Tarefas Há desde tarefas simples, como desenhar uma baleia num papel, até outras muito mais mórbidas, como cortar os lábios ou furar a palma da mão. Em outra tarefa, o participante deve “desenhar” uma baleia em seu antebraço com uma lâmina. Desafio mais macabro O 50º desafio é sempre o mesmo: suicídio. Como começou Na Rússia, em 2015, uma jovem de 15 anos se jogou de um edifício. Dias depois, uma adolescente de 14 anos se atirou na frente de um trem. Após investigar, a polícia ligou os fatos a um grupo que participava de um desafio com 50 missões, sendo a última delas acabar com a própria vida. Ibahia

Leia Mais »

Casal faz sexo dentro de vagão de metrô na frente de outros passageiros

Segundo informações do jornal 'The Sun',

Um casal fez sexo dentro do vagão de um metrô de São Petersburgo, na Rússia, sob o olhar atônito de outros passageiros. Segundo informações do jornal ‘The Sun’, um homem e uma mulher, que não foram identificados, começaram a se beijar e, em seguida, fizeram sexo em um assento. Uma testemunha filmou a cena e disse que o casal não estava preocupado com quem estava assistindo o ato sexual. Casal faz sexo dentro de vagão de metrô na frente de outros passageiros (Foto: Reprodução) As imagens foram divulgadas nas redes sociais da Rússia na terça-feira (7) e o assunto se tornou um dos mais comentados do dia. “Isso é uma degradação. Algumas pessoas simplesmente são piores que animais”, criticou uma usuária. Em abril, um casal foi flagrado fazendo sexo em uma estação de metrô em Barcelona, na Espanha. Imagens mostravam o casal – tranquilamente – tendo a relação sexual enquanto outras pessoas passam pelo local. (Correio)

Leia Mais »

Babá que decapitou menina teve problemas psíquicos, diz pai

Babá que decapitou menina teve problemas psíquicos, diz pai

A babá detida em Moscou após matar uma menina de quatro anos e decapitá-la “por ordem de Alá” já sofreu problemas psíquicos, afirmou seu pai nesta quinta-feira (2). Goulchekhra Bobokoulova, de 38 anos e proveniente de Uzbequistão, divorciada e mãe de três filhos, foi internada em um hospital psiquiátrico em 2002, disse seu pai Bakhredtdine Turayev em uma entrevista publicada pelo site de informação Gazeta.ru. “Começou a dizer coisas estranhas, ouvia vozes, parou de obedecer, se tornou agressiva”, contou Turayev. “Tentava acalmá-la, mas ela só repetia: ‘Tenho medo, papai!’. Nós a levamos a um hospital. Permaneceu ali por 13 dias”, acrescentou. Depois de sua permanência no hospital psiquiátrico regional de Samarkand, uma cidade do sudoeste do Uzbequistão, voltou para casa e precisou tomar medicamentos durante um longo período, disse seu pai. “Depois voltou a ser normal”, disse Turayev, de 62 anos. Gulchekhra Bobokulova foi detida na segunda-feira passada pela polícia perto de uma estação de metrô no noroeste de Moscou quando perambulava com a cabeça de uma menina de quatro anos, dizendo que era terrorista. “Isso é o que Alá me ordenou”, declarou a mulher na quarta-feira ao comparecer diante de um juiz. Depois de depor, o juiz ordenou sua detenção preventiva até 29 de abril acusada de ter assassinado a menina de quatro anos e de tê-la decapitado por uma razão desconhecida. Durante a audiência, Gulchekhra fez declarações incoerentes. “Alá enviará um segundo profeta para trazer notícias da paz, olá a todos”, declarou. “Tenho fome, vou morrer em uma semana, é o fim do mundo, me proibiram de comer, olá a todos”, disse, saudando a imprensa. A mulher foi submetida a exames psiquiátricos e não se exclui que no momento do crime estivesse sob “a influência de psicotrópicos ou drogas”, indicaram os investigadores.

Leia Mais »

Na Rússia, babá é presa após aparecer na rua com cabeça de criança

A polícia da Rússia prendeu uma mulher que apareceu com a cabeça de uma criança nas proximidades de uma estação de metrô de Moscou, segundo agências de notícias do país, que citam autoridades e testemunhas. Ela foi vista de burca, carregando a cabeça de uma criança, e ameaçando se explodir. Ela foi vista de burca, carregando a cabeça de uma criança, e ameaçando se explodir Foto: Reprodução do Instagram/ oleg_smotra Vídeos divulgados nos sites noticiosos mostram a mulher, vestida de preto e gritando “eu sou uma terrorista”, ainda que boa parte do que ela fala seja incompreensível. “O fim do mundo está chegando em um segundo … Eu sou sua morte. Eu odeio democracia. Eu sou uma terrorista. Eu sou um homem-bomba”, gritava a mulher. O Comitê Investigativo divulgou comunicado, segundo o qual a mulher foi detida sob suspeita de matar uma criança de entre 3 e 4 anos em um apartamento perto da estação, no noroeste de Moscou, e em seguida atear fogo ao apartamento. O comunicado diz que a mulher aparentemente era a babá da criança. Os investigadores disseram que a mulher detida parecia ser “mentalmente instável”. Ela foi identificada como Gyulychera Bobohulova, de 38 anos, do Uzbequistão, e foi levada pela polícia para passar por uma avaliação psiquiátrica. A menina supostamente morta pela babá foi identificada pela emissora ‘RT’ como a pequena Nastya M.  (Correio24horas)

Leia Mais »

Rússia proibirá adoção de crianças por casais homossexuais

Rússia proibirá adoção de crianças por casais homossexuais

O Parlamento russo iniciou nesta segunda-feira (10) os trâmites para implantação de uma lei que proíbe a adoção de crianças por casais homossexuais no país. Na quinta-feira (13), reunião dos comitês de família e assuntos internacionais também tratará do tema, com a presença de ativistas franceses contrários à legalização do casamento gay. Na semana passada, na cúpula Rússia-União Europeia, o presidente russo, Vladimir Putin, adiantou que promulgará a proibição da adoção, apesar de negar que haja no país “discriminação” das minorias sexuais. “Estou farto desses casais homossexuais. É preciso mostrar menos agressividade e não aumentar o problema. Assim será melhor para todos. Acho que nossa legislação é muito liberal nesse sentido”, declarou. De acordo com o presidente da Câmara, Sergei Narishkin, as medidas para apresentação do projeto devem ser tomadas na próxima semana. Informações da EFE.

Leia Mais »