Conecte-se conosco

News

Cachorro procura moradia em túmulo de pediatra morto em clínica na BA e ganha suporte de ONG que vítima apoiava

Publicado

em

Um cachorro fez moradia no túmulo do pediatra Júlio César, morto na clínica onde trabalhava, na cidade de Barra, no oeste da Bahia. O animal passou a ser ajudado por uma Organização Não Governamental (ONG), que recebia contribuições financeiras da vítima mensalmente.

Júlio César de Queiroz Teixeira, 44 anos e foi enterrado no dia 24 de setembro, no Cemitério de Xique-Xique, cidade onde ele nasceu. O sepultamento aconteceu um dia após a morte dele.

Segundo os moradores da cidade, o animal não tem tutor e tem passado os últimos dias ao lado da sepultura do médico. Após ser informada sobre a situação, a ONG SOS Animal passou a alimentar e colocar água para o cachorro no local.

A situação tem chamado atenção de quem vive na cidade e muita gente tem passado a visitar o túmulo para observar o comportamento do animal, que aparenta ser dócil. O “novo morador” do cemitério é o principal assunto nas rodas de conversa da população, além dos aplicativos de mensagens.

“Presenciei a cena hoje no cemitério, emocionou algumas pessoas que estavam lá”, disse uma moradora da cidade.

Investigações

A Polícia Civil ainda não concluiu o inquérito sobre a morte de Júlio César. Diversas versões da motivação do crime já foram apresentadas à polícia, mas oficialmente a hipótese é de que o médico teria assediado uma mulher.

Essa motivação foi totalmente rejeitada pela família. Para os irmãos, o médico pode ter sido morto por uma disputa de espaço de trabalho.

Quatro suspeitos já foram presos: os executores do crime e um casal, que conforme as investigações, atuou como olheiro. Os três homens foram encaminhados para a penitenciária de Barreiras e a mulher está presa na delegacia de Barra.

A polícia segue em busca do mandante do crime. O homem, identificado como Diego Santos Silva, de 31 anos, teve a prisão decretada e é considerado foragido.

A Polícia Civil informou que só vai falar sobre o caso depois de concluir o inquérito.

(G10

Notícias da Semana

Copyright © 2021 Ubaitaba.com. Uma empresa do grupo Comunika