Conecte-se conosco

GIRO DE NOTÍCIAS

Artistas se reúnem com o pré-candidato Bêda e apontam o caminho para um resgate cultural em Ubaitaba

Publicado

em

Nesta terça-feira, 25, parte da classe artística de Ubaitaba, representada por músicos, atores teatrais e produtores de cinema, apresentou as principais reivindicações do segmento, como a necessidade de uma maior valorização. Foi um encontro produtivo, onde artistas e pré-candidato apontaram caminhos para esse resgate.

 

Bêda ouviu as demandas e reconheceu que, apesar de seus governos anteriores terem feito pela cultura, ele poderia ter dado mais atenção. Afirmou ainda que entende haver uma necessidade de ter alguém do segmento à frente dessa pasta, ressaltando áreas que tiveram acertos, como a Educação, por ter secretários do próprio meio.

Os próprios artistas em suas falas reconheceram que apesar da cultura precisar de mais espaço, nos governos Bêda, ainda  se sentiram mais valorizados que na atual gestão. “Conseguiram baixar o nosso cachê, mais que antes de 2016” confirmaram alguns artistas.

“Acredito que além do cachê, existe também a questão do respeito ao artista, como o tratamento, a valorização pessoal e tudo isso nós perdemos atualmente”. Declarou Ivanildo Conceição.

Bêda se demonstrou aberto às propostas e afirmou que somente a união dos próprios artistas e do poder público é que a Cultura poderá avançar em nossa cidade.

“Nós cobramos do poder público, mas nossa classe também precisa se unir mais e é o que estamos buscando agora” Afirmou Edson, ator teatral.

O cantor Fator 7 apontou a necessidade de uma nova secretaria de Cultura apoiar os artistas locais a nível de projetos e documentação. O cantor Toinho Lima foi enfático que a Cultura tem que abranger todos os segmentos, não apenas a classe musical.

Gelber, músico e produtor cultural, relembrou do Festival da Casa da Arte e da Beleza Negra que aconteciam nos governos de Bêda, mas que também deixou de existir e falou da sua dificuldade de realizar um evento desse sozinho, sem apoio do Poder Público local.

Na oportunidade também foi discutido sobre a Lei Aldir Blanc que é uma lei emergencial de assistência aos artistas, do Governo Federal e que eles estão preocupados com essa verba, se realmente será acessada por eles.

Uma das coisas mais importantes e discutidas na reunião foi a questão de se criar um espaço de Cultura em Ubaitaba, já que não temos mais um Centro de Convenções ou espaço para eventos na cidade.

Nos últimos anos, Ubaitaba que sempre teve um celeiro de artistas, por seu dom natural, viu sua já decadente cultura perder espaço ainda mais. (Ubaitaba.com)

Copyright © 2024 - Comunika