Conecte-se conosco

News

Setor hoteleiro já demitiu mais de 6 mil empregados na Bahia

Publicado

em

Nem a proximidade da alta estação é suficiente para reverter o cenário de dificuldades no setor hoteleiro.

hoteis

O momento compromete investimentos dos mais diversos portes e foi responsável, por exemplo, pela perda de mais de 100 empregos no Hotel Pestana Salvador – maior da capital baiana, com aproximadamente 430 leitos – como adiantou com exclusividade, a coluna Farol Econômico, do Jornal O Correio. A reportagem esteve no local e apurou que existem 12 andares desativados, de acordo com um funcionário, que pediu para não ser identificado. A situação enfrentada pelo setor hoteleiro é explicada pelo aumento no número de leitos após a Copa do Mundo e se agravou com a redução no fluxo de turistas após o fechamento do Centro de Convenções da Bahia para reformas. Segundo o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha), Silvio Pessoa, 18,4 mil dos 40 mil leitos dos hotéis na capital baiana estão ociosos. “Até agosto, acumulamos 54% de ocupação. Ou seja, 46% dos quartos nos 404 hotéis estão vazios”, diz. De acordo com ele, o ponto de equilíbrio para qualquer hotel pagar todas as contas é ter uma ocupação média de 60%. “O Pestana, assim como os outros 28 grandes hotéis da cidade, não está atingindo esse ponto de equilíbrio. A situação é crítica para todos, estamos escolhendo as contas que vamos pagar. Se a situação não melhorar, mais hotéis vão ter que demitir ou até fechar”, revela ele, acrescentando que isto resultaria em uma situação pior do que a do ano passado. Em todo o ano de 2014, o setor demitiu 8.061 pessoas com mais de um ano de trabalho na capital baiana, segundo o Sindicato dos Empregados em Hotéis, Bares e Similiares (Sindhotéis).

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário

Notícias da Semana

Copyright © 2021 Ubaitaba.com. Uma empresa do grupo Comunika