Conecte-se conosco

News

Vera é Cassada e Barra do Rocha terá nova eleição

Publicado

em

Jonatass ficou inelegível por 5 anos e Vera foi cassada.

A candidata Vera Lúcia (PSC), teve o seu registro de candidatura cassado pela justiça eleitoral, com sentença expedida pela Juíza Dr Carla Rodrigues de Araújo no dia 19 de outubro.

Em parágrafo da decisão judicial, a Juíza da 24ª  Zona Eleitoral deixa claro a determinação de “CASSAR o registro de candidatura da Investigada Vera Lúcia Franco Ramos Costa, com base no quanto previsto no art.22, incisoXIV, da LCnº64/69.

Em razão da cassação do registro de candidatura, Dr. Carla declarou nulo os votos obtidos pela candidata que havia vencido a eleição por uma diferença de 42 votos e a condenou ao pagamento de multa no valor de R$15 mil reais.

A ação que culminou na cassação de Vera foi ajuizada pela Coligação “Mudança Já”, (teve como candidato o Professor Luiz Sérgio) e diz respeito ao uso abusivo de comunicação  na rádio comunitária local.

A coligação buscou impedir e fazer cessar imediatamente as práticas indevidas; a ocorrência da captação ilegal de sufrágio e abuso do poder econômico. Segundo descrito na sentença, o prefeito Jônatas Ventura utilizou da máquina administrativa em benefício da candidata Vera Lúcia, tudo com requintado e escancarado abuso de poder econômico. As punições logo alcançaram o atual prefeito Jonatas Ventura que a justiça tornou Inelegível por oito anos (com base no art. 22, inciso XIV, da LC nº64/69) e condenado a pagar multa prevista no art. 73 e logo fixada no valor de R$3o mil reais.

Com a decisão, Luiz Sérgio Alves de Souza, o “Professor Léo”, poderá assumir a prefeitura de Barra do Rocha em 2013. Cabe recurso a decisão.

 

Vera teve candidatura cassada e Jônatas está inelegível por oito anos

A ação que culminou na cassação de Vera foi ajuizada pela Coligação “Mudança Já”, (teve como candidato o Professor Luiz Sérgio) e diz respeito ao uso abusivo de comunicação  na rádio comunitária local.

A coligação buscou impedir e fazer cessar imediatamente as práticas indevidas; a ocorrência da captação ilegal de sufrágio e abuso do poder econômico. Segundo descrito na sentença, o prefeito Jônatas Ventura utilizou da máquina administrativa em benefício da candidata Vera Lúcia, tudo com requintado e escancarado abuso de poder econômico. As punições logo alcançaram o atual prefeito Jonatas Ventura que a justiça tornou Inelegível por oito anos (com base no art. 22, inciso XIV, da LC nº64/69) e condenado a pagar multa prevista no art. 73 e logo fixada no valor de R$3o mil reais.

Com a decisão, Luiz Sérgio Alves de Souza, o “Professor Léo”, poderá assumir a prefeitura de Barra do Rocha em 2013. Cabe recurso a decisão.

A fonte é do Informe Ipiaú.

 

Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário

Notícias da Semana

Copyright © 2020 Ubaitaba.com.