Conecte-se conosco

Bahia

CBF desiste de recorrer junto à Conmebol, e Neymar está fora da Copa América

Publicado

em

A Copa América 2015 acabou de vez para o atacante Neymar. Em nota divulgada pela CBF no início desta segunda-feira, foi anunciada a decisão de não recorrer da suspensão de quatro partidas imposta ao jogador, pelos episódios ocorridos ao final da partida contra a Colômbia, na última quarta-feira.

© Fornecido por Goal.com

Até então, esperava-se que a entidade entrasse com um recurso para reduzir a pena para três partidas, o que o deixaria em condições de voltar a campo para uma eventual decisão da Copa, no dia 4 de julho. O prazo final para a CBF apresentar sua defesa, caso assim desejasse, seria nesta terça-feira, dia 23.

No entanto, a Confederação anunciou que, em decisão conjunta entre a comissão técnica de Dunga e o jogador, que acataria com a pena aplicada pela Conmebol, esperando que o órgão máximo do futebol sul-americano utilizasse o mesmo rigor adotado com Neymar em todas as suas competições a partir de agora.

Capitão do Brasil até então, Neymar esteve no Monumental David Arellano hoje para assistir à vitória da Seleção sobre a Venezuela, que classificou o Brasil em primeiro no Grupo C da Copa. Os jogadores até torciam por sua permanência com o grupo, embora Dunga não preferisse poupar o jogador, liberando-o antes.

Ele deixará a delegação já nesta segunda-feira, conforme informado na mesma nota.

Confira na íntegra:

Em reunião realizada na noite deste domingo entre Neymar e a comissão técnica, ficou decidido que a CBF acatará a decisão da Conmebol, que suspendeu o jogador por quatro partidas, o que o deixa fora da Copa América.

A comissão técnica e o jogador esperam que o mesmo rigor com que a Commebol puniu Neymar seja adotado em todas as competições organizadas pela entidade.

Por fim, a comissão técnica da Seleção Brasileira lamenta o fato da perda de mais um jogador importante para a disputa desta competição.

Neymar deixa a delegação que está concentrada no Hotel Sheraton, em Santiago, nesta segunda-feira.

Em seu perfil no Instagram, o atacante se despediu dos companheiros pedindo “perdão” e desejando boa sorte.
Confira a postagem na íntegra:
Aguardei com muita fé e esperança até este momento pela possibilidade de ainda poder atuar pela Seleção Brasileira nesta Copa América.
Infelizmente não será mesmo possível.
Sei que a minha presença no grupo é importante, assim como a de cada um dos demais jogadores que, mais do que nunca, devem estar com seus pensamentos totalmente voltados para as próximas partidas que temos pela frente.
Neymar foi ao jogo entre Brasil e Venezuela, neste domingo Neymar foi ao jogo entre Brasil e Venezuela, neste domingo Foto: MARTIN BERNETTI / AFP
Nunca me furtei da responsabilidade de ser um dos líderes do grupo e como capitão sempre me entrego em busca de vitórias e tomando decisões, sejam elas erradas ou certas. E este é um momento de decisão.
Independentemente de onde estarei a partir de agora, acompanharei sempre a seleção, torcendo pelo sucesso dos meus companheiros, mas ficar aqui apenas treinando é me matar por dentro… Sem alegria nenhuma….É muito ruim treinar sem me preparar para algo e essa situação pode me levar a uma lesão acidental o que tornaria tudo ainda mais difícil.
Precisava externar esse sentimento ao grupo e a comissão técnica que sempre me apoiaram. Ficar aqui poderia trazer para um ambiente de “CONCENTRAÇÃO” assuntos que tirariam o foco do principal objetivo da Seleção.
Peço perdão aos meus companheiros, por ter me permitido estar nessa situação mas tenho certeza que saio com mais um aprendizado em minha carreira.
Boa sorte Brasil !!”.

Copyright © 2024 - Comunika