Conecte-se conosco

BRASIL & MUNDO

Ministério da Saúde muda regras do ‘Mais Médicos’ para tentar evitar fraudes

Publicado

em

Ministério da Saúde muda regras do ‘Mais Médicos’ para tentar evitar fraudes

Com as suspeitas de fraudes e boicotes nas inscrições do programa federal “Mais Médicos”, o Ministério da Saúde divulgou que a partir desta sexta-feira (19) adotará novas regras para a entrega de documentos e a desistência de candidatos.

Uma das mudanças é a obrigação da apresentação – no ato da inscrição – de um documento que garanta que o possível escolhido irá desistir de eventuais vagas de residência ou no Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab).

Ministério da Saúde muda regras do ‘Mais Médicos’ para tentar evitar fraudes

Além disso, caso seja selecionado, o médico terá de levar um comprovante do local onde trabalha para apontar que rompeu o vínculo empregatício com a unidade. Em nota, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou que a intenção é “certificar a real intenção dos profissionais em participar do Mais Médicos”. Para evitar que alguém tente se inscrever apenas para ocupar vagas e atrapalhar o andamento do programa, outra regra adotada será a proibição de nova inscrição, durante seis meses, para quem for chamado e não preencher o posto de trabalho. As mudanças serão publicadas e detalhadas no Diário Oficial da União desta sexta.

Copyright © 2024 - Comunika